Alexsandro de Souza

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
(Redirecionado de Alex)
Ir para: navegação, pesquisa

[edit]

Alex
Alexsandro de Souza.jpg
Informações pessoais
Nome completo Alexsandro de Souza
Data de nasc. 14 de setembro de 1977
Local de nasc. Curitiba, Brasil
Altura 1,76 m
Canhoto
Apelido Talento Azul
Número 10
Posição Meia
Jogos 121
Gols 64



História

Primeira passagem

A primeira passagem de Alex pela Toca da Raposa aconteceu no segundo semestre de 2001, quando o então presidente Zezé Perrella montou um time apostando em nomes conhecidos do torcedor, como o volante Rincón e o atacante Edmundo. Além disso, a Raposa ainda tinha em seu elenco o lateral-esquerdo Sorín, o meia Ricardinho e o atacante Oséas. O time havia perdido o técnico Luiz Felipe Scolari para a Seleção Brasileira, e contratou Paulo César Carpegiani para comandar o time.

A estreia oficial de Alex, aconteceu no dia 19 de agosto de 2001, quando a Raposa perdeu por 3 a 2 para o Coritiba, seu ex-clube, no estádio Couto Pereira, em Curitiba-PR. Na oportunidade, o Cruzeiro começou vencendo, com gol de Alex, cobrando falta.

Alex-1.jpg

Mesmo com repleto de "estrelas", o time do Cruzeiro não conseguiu transformar as expectativas da diretoria e da torcida em bom futebol dentro de campo. Resultado: Carpegiani não durou muito tempo no cargo (foi substituído por Ivo Wortmann e, posteriormente, por Marco Aurélio), Rincón e Edmundo foram dispensados antes do fim do Campeonato Brasileiro, e Alex, que vinha de uma transferência frustrada do Palmeiras para o Parma (Itália), pouco conseguiu render. Prova disso foi que em 16 jogos com a camisa do Cruzeiro (pelo Campeonato Brasileiro e Copa Mercosul), marcou apenas quatro gols, e o time terminou na incômoda 21a colocação do Nacional.

Segunda passagem

Terminada a temporada 2001, Alex acertou sua saída do Cruzeiro, e retornou ao Palmeiras. Mas o meia retornou no segundo semestre de 2002, depois que a diretoria acertou a contratação do técnico Vanderlei Luxemburgo (em substituição à Marco Aurélio, que se transferiu para o Kashiwa Reysol, do Japão). A contratação de Alex não era a prioridade da direção cruzeirense, mas foi o técnico Vanderlei Luxemburgo, que havia trabalhado com o jogador no Palmeiras e na Seleção Brasileira, quem se responsabilizou pelo retorno de Alex à Toca da Raposa.

A campanha do Cruzeiro no Brasileirão 2002 também não começou bem, mas o técnico Vanderlei Luxemburgo, aos poucos, foi acertando o time, que nas últimas cinco rodadas venceu todos os jogos, e não obteve a classificação entre os oito melhores porque perdeu a última vaga para o Santos no critério de saldo de gols. Por ironia, a Raposa ainda viu o Peixe atropelar os adversários nas fases seguintes e conquistar o título.

Mesmo com a boa arrancada na reta final da primeira fase do Brasileirão, a participação individual de Alex também não foi das melhores: foram 13 jogos, e apenas dois gols. No entanto, o jogador começava a ganhar a confiança da torcida (já que sempre teve a confiança do treinador), e conseguiu apagar um pouco a má impressão deixada em sua passagem anterior pelo clube.

Gol de letra na final da Copa do Brasil 2003

Veio 2003, Alex foi mantido, novamente atendendo a uma solicitação do treinador. Alex e Luxemburgo acreditavam que, diferente dos anos anteriores, Alex poderia render bem mais se participasse de todo o processo de preparação do Cruzeiro, incluindo a pré-temporada. De fato, eles estavam certos. O meia comandou a vitoriosa equipe do Cruzeiro, recuperou seu prestígio perante torcedores e imprensa nacional, retornou à Seleção Brasileira, e foi o craque do Campeonato Brasileiro.[1] Alex foi homenageado pela torcida com uma música que é cantada sempre que é visto no Mineirão (mesmo jogando por um time adversário).

Em seu site, Alex menciona dois momentos no Cruzeiro:

2001

  • Jogo inesquecível: Cruzeiro 2 x 2 Atlético-MG (Campeonato Brasileiro de 2001). “Foi algo muito especial poder disputar este clássico diante de um Mineirão lotado”.
  • Lembrança ruim: “Fui informado por telefone que o Marco Aurélio (técnico) não queria contar comigo na equipe e isso me entristeceu muito, porque desejava continuar no clube”.

2003 - 2004

  • Jogo inesquecível: Cruzeiro 3 x 1 Flamengo (Final da Copa do Brasil 2003). “Ali eu tive certeza que aquela entraria para a história”.
  • Lembrança ruim: “Esta passagem pelo Cruzeiro foi tão feliz que não carrego nenhuma lembrança ruim”.

Na sua última partida pelo Cruzeiro, uma vítoria por 2x1 sobre o Palmeiras, Alex fez um gol.

Homenagem em 2009

No dia 24 de junho de 2009, antes da partida entre Cruzeiro x Grêmio pela Copa Libertadores de 2009, Alex recebeu uma homenagem [2] [3] e teve seus pés imortalizados na "Calçada da Fama" do Mineirão. Em seguida, foi até o gramado para cumprimentar os torcedores e recebeu muitos aplausos.

Alex na Calçada da Fama do Mineirão
Matéria sobre a homenagem
Vídeo da arquibancada

Volta?

Em entrevista a Bob Faria, Alex comenta sobre sua volta ao Brasil.

Em 2012

Contrato rescindido! Obrigado a todos os turcos pelo carinho durante esses 8 anos.mais uma etapa cumprida..obrigado a todos do Fenerbahce.

Logo após o anúncio, a hashtag #VoltaProCruzeiroAlex ganha os Trend Topics do twitter.[4]

  • No dia 8 de outubro a torcida se mobilizou na Praça 7 em Belo Horizonte para pedir a volta do jogador [5]
  • No dia 9 de outubro Alex comenta no twitter sobre a manifestação: Acabei de ver as imagens dos torcedores do Cruzeiro ontem a noite em BH.realmente e emocionante ver essas imagens.Mto obrigado por tudo!!! [6]

Fim da história

  • No dia 15 de outubro, a pedido da família, meia Alex rejeita proposta para voltar ao Cruzeiro [7] [8]. O diretor de futebol Alexandre Mattos informou que Alex recusou a proposta do clube: Desde que assumiu a presidência, Gilvan mostrou-se interessado no retorno do Alex. Ele não mediu esforços para repatria-lo e uma das minhas primeiras ações aqui foi essa. Fiz contato em 22 de março, tentando trazê-lo no meio do ano. Ele disse que naquele momento não romperia contrato. Fizemos mais contatos. Em 25 de maio, o Cruzeiro tentou de novo, mas ele não queria rescindir seu contrato em sinal de respeito por todos os anos no Fenerbahçe. Em 14 de agosto, Alex fez contato dizendo que estava pensando numa possível volta em janeiro. Como o Cruzeiro havia saído na frente, ele queria escutar nossa proposta. Em 21 de setembro, o Cruzeiro fez a proposta. No dia seguinte, ela foi recusada. Houve uma contraproposta, que o Cruzeiro aceitou em 2 de outubro. Mas ele disse que ainda queria conversar com a família. Ele, então, informou quanto pretendia e fizemos força pra atendê-lo. Hoje, eu estaria em Curitiba, já estava marcado, mas ontem, por volta de 21h30, ele disse que conversou com a família e não viria pra BH. Não é questão financeira. Ele foi enfático nisto. Disse que já está com a cabeça em outra situação, que é o desejo dele neste momento.
Alex fala sobre essa conversa:
Erro em widget SoundCloud: Syntax Error in template "wiki:SoundCloud" on line 1 "<iframe width="<!--{$width|default:'100%'|escape:'html'}-->" height="<!--{$height|default:'166'|escape:'html'}-->" scrolling="no" frameborder="no" src="https://w.soundcloud.com/player/?url=https%3A//api.soundcloud.com/tracks/<!--{$id|escape:'html'|validate:int}-->&amp;color=<!--{$color|default:'ff5500'|escape:'html'}-->&amp;auto_play=false&amp;hide_related=false&amp;show_comments=true&amp;show_user=true&amp;show_reposts=false&amp;visual=<!--{$visual|default:'false'|escape:'html'}-->"></iframe>" unknown modifier "validate"

Relação continua

ALEX revela que acompanha e torce pelo Cruzeiro:
Erro em widget SoundCloud: Syntax Error in template "wiki:SoundCloud" on line 1 "<iframe width="<!--{$width|default:'100%'|escape:'html'}-->" height="<!--{$height|default:'166'|escape:'html'}-->" scrolling="no" frameborder="no" src="https://w.soundcloud.com/player/?url=https%3A//api.soundcloud.com/tracks/<!--{$id|escape:'html'|validate:int}-->&amp;color=<!--{$color|default:'ff5500'|escape:'html'}-->&amp;auto_play=false&amp;hide_related=false&amp;show_comments=true&amp;show_user=true&amp;show_reposts=false&amp;visual=<!--{$visual|default:'false'|escape:'html'}-->"></iframe>" unknown modifier "validate"

Alex cita o primeiro jogo da final da Copa do Brasil 2003 e a entrega de faixas no Campeonato Brasileiro 2003 como 2 dos 10 jogos que mais marcaram sua carreira.[9]

Títulos

Pessoais

  • Bola de Prata: 2003
  • Bola de Ouro: 2003

Fontes

  1. Uai
  2. Superesportes - Alex é homenageado no Mineirão
  3. Globoesporte Alex é homenageado no Mineirão
  4. Globoesporte
  5. Milhares de cruzeirenses vão às ruas de BH para pedir o retorno de Alex
  6. Alex no twitter sobre a manifestação
  7. Globoesporte.com
  8. Uol.com
  9. Alex relembra 10 jogos que marcaram a carreira

Links