Cruzeiro 2x1 Atlético-MG - 03/02/2013

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para: navegação, pesquisa

[edit]

Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG
3a rodada do Campeonato Mineiro 2012
Data: 3 de fevereiro de 2013 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 17h Estádio: Mineirão
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (MG) Público pagante: 52.989
Assistente 1: Eustáquio Santiago (Fifa/MG) Público presente: 59.968
Assistente 2: Guilherme Dias Camilo (MG). Renda: R$ 3.677.635,00
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Cruzeiro: Atlético-MG:
1. Fábio 1. Victor
33. Bruno Rodrigo 2. Marcos Rocha aos 22 do 22'
86. Paulão 3. Leonardo Silva Cartão amarelo recebido aos
2. Ceará 4. Réver
55. Leandro Guerreiro Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos 5. Pierre Substituição realizada  de jogo ( 13. Gilberto Silva )
6. Egídio 6. Júnior César Cartão amarelo recebido aos
19. Nilton 7. Araújo aos 27 do 27'
23. Everton Substituição realizada  de jogo ( 40. Alisson ) 8. Leandro Donizete Cartão amarelo recebido aos
17. Everton Ribeiro Substituição realizada  de jogo ( 7. Tinga ) 9.
31. Ricardo Goulart Substituição realizada  de jogo ( 11. Dagoberto aos 61 do 61' Cartão amarelo recebido aos ) 10. Ronaldinho Gaúcho
99. Anselmo Ramon 11. Bernard
Técnico: Marcelo Oliveira Técnico: Cuca
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Atlético-MG:

Pré-Jogo

Cruzeiro e AtléticoMG se enfrentam, reinaugurando o Mineirão, que ficou 972 dias fechado pra reformas.

O jogo é da 3ª rodada, mas foi antecipado pra reinauguração do estádio.

Marcelo Oliveira não pode contar com os beques Leo Simões e Thiago Carvalho e o centroavante Borges, contundidos, o meia Diego Souza, cuja documentação ainda não chegou da Arábia Saudita, e o atacante Ananias, sem condição física adequada.

Cuca, treinador da Cocota, não tem problemas pra escalar seu time.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 16h55. Times em campo com uniformes tradicionais.
  • 16h57. Execução do Hino Nacional.
  • 17h01. Treinadores se cumprimentam.
  • 17h02. Hemorróidas! Estádio lotado. Todo mundo em pé.
  • 17h03. Começa o jogo. Cruzeiro, à esquerda das cabines, dá a saída.
  • 01. Jô comete falta em Paulão na lateral esquerda do Cruzeiro.
  • 02. Goulart comete falta em Jô, na intermediária. Rosaldinho cobra, bola sai pela linha de fundo.
  • 02’30. Banco do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Mayke, Nirley, Tinga, Alisson, Dagoberto, Vinícius Araujo.
  • 03. Bola recuada, Victor dá um chutão.
  • 04. Novo gramado do Mineirão tem 105m x 68m. O anterior tinha 110m x 75m.
  • 05. Bola na área celeste. Jô abre as asas e acerta Guerreiro. Falta.
  • 06. Donizete acerta cotovelada em Ribeiro. Falta, no meio de campo.
  • 07. Rosaldinho derruba Ribeiro. Terceira falta do emplumado.
  • 08. Anselmo tenta passar a Goulart, na entrada da área. Donizete corta e lança Araujo. Egidio corta.
  • 09. Bernard tenta jogada com Rosaldinho pela esquerda. Ceará cerca e deixa bola sair pela linha de fundo.
  • 10. Egidio dece pela esquerda cercado por Donizete e deixa a bola sair pela linha de fundo.
  • 11. Ribeiro tabela com Anselmo, deixa Junior Cesar pra trás e chuta rasteiro, cruzado. Victor defende com dificuldade.
  • 12. Bernard passa por Ceará e cruza da esquerda. Fábio encaixa.
  • 13. Junior cruza da esquerda, Jô salta na pequena área, mas não alcança a bola.
  • 13’50. Rosaldinho cobra escanteio pela direita. Bola rasteira sai da área.
  • 14. Anselmo caneta Junior, Donizate chuta pra escanteio.
  • 15. Ceará cobra escanteio, bola muito alta, Paulão não alcança.
  • 16. Donizate derruba Anselmo na meia lua.
  • 17. Nílton cobra falta com uma bomba. Bola desvia em Leonardo e sai a escanteio. Ceará cobra, defesa emplumada corta.
  • 17’30. Faltas: Cocota 8×4.
  • 18. Leonardo dá um soco e um chute em Anselmo. Falta na ponta direita. Ceará cobra, defesa afasta.
  • 19. Pierre comete falta em Guerreiro. Cuca pede calma a seu time.
  • 20. Marcelo Oliveira, nervoso, pede que Francisco Everton e Egidio troquem de posição com mais frequencia.
  • 21. Victor sai da área pra evitar que Everton Ribeiro apareça livre na área pra arrematar.
  • 22. Gol! Ceará pra Ribeiro, que passa a Goulart, que lança Guerreiro. O volante vai à linha de fundo e cruza. Anselmo disputa com Rocha na entrada da pequena área, pelo alto. O lateral emplumado cabeceia contra seu arco e faz um autogol. Cruzeiro 1×0.
  • 23. Amarelo! Leonardo Silva por um pescoção em Anselmo Ramon.
  • 24. Silêncio sepulcral na parte emplumada do estádio.
  • 25. Amarelo! Junior Cesar por falta em Everton Ribeiro.
  • 26. Jô recebe livre dentro da área, tenta passar por Bruno Rodrigo, que cort. Escanteio.
  • 27. Gol! Rosaldinho cruza da esquerda, Jô cabeceia, bola fica bêbada na área, Araujo aproveita a bobeira e chuta pra rede. Cocota 1×1.
  • 28. No lance do gol emplumado, Rever tentou bicicleta na área, falhou, mas cometeu jogada perigosa. Se quisesse, Juiz poderia ter marcadofalta.
  • 29. Rosaldinho cruza da esquerda, Paulão cede escanteio.
  • 30. Rosaldinho cobra escanteio, Bruno Rodrigo corta.
  • 31. Ceará cobra lateral sobre a área, Ribeiro foca com a bola, mas é cercado por emplumados e não consegue arrematar.
  • 32. Egidio cruza da esuerda, Victor fica com a bola.
  • 33. Rosaldinho ajeota bola com a mão, no meiod e campo. Falta.
  • 34. Cocota trabalha a a bola da direta pra esquerda. Bernard cruza, Paulão corta, de cabeça.
  • 35. Rosaldinho acerta joelhaço em Nílton, que fica caído.
  • 36. Junior lança Rosaldinho, que é desramado por Guerreiro.
  • 36’30. Amarelo! Donizete comete falta violente, de carrinho, em Everton Ribeiro.
  • 37. Junior chapela Bruno, mas é desarmado por Guerreiro.
  • 38. Bola espirrada sobra pra Goulart, que cruza. Defesa emplumada corta.
  • 39. Amarelo! Guerreiro por falta em Rosaldinho.
  • 40. Bola na área celeste. Fábio defende.
  • 41. Bruno Rodrigo desarma Bernard.
  • 42. Ribeiro tenta jogada pela direita, mas é contido por falta de Junior.
  • 43. Egidio cobra falta na ponta direita. Bola muito alta sai pelo lado oposto.
  • 44. Araujo entra na área celeste, mas é desarmado por Egidio.
  • 45. Fim de 1º tempo. Cruzeiro começou melhor, marcando adiantado, mas a Cocota equilibrou após o gol de empate.

Segundo Tempo

  • 18h05. Times voltam a campo. Cruzeiro sem alterações.
  • 18h06. Marcelo Oliveira: “Gostei do time, que está competitivo. Só não gostei do gol, porque faltou a marcação dupla como pedi.”
  • 18h07. Começa o 2º tempo.
  • 00. Trocas! Pierre por Gilberto Silva, Donizate por Serginho.
  • 01. Francisco Everton pára avanço de Rocha com falta.
  • 02. Falta no meio de campo. Rosaldinho cobra, defesa celeste vacila, bola fica com Bernard, que chuta forte e acerta a rede, pelo lado de fora.
  • 03. Finalizações: Cocota 7×4.
  • 04. Perigo! Rocha cruza da direita, Jô cabeceia, bola sai à esquerda de Fábio.
  • 05. Paulão lança Egidio, que é derrubado por Bernard, na ponta esquerda.
  • 06. Ceará cobra fechado, Victor espalma. Escanteio.
  • 07. Riberio cobra escanteio pela esquerda, Rever sobe mais que Paulão e corta.
  • 08. Bernard faz grande jogada pela esquerda dentro da área e cruza pra Jô, que fura. Bandeira diz que a bola saiu pela linha de fundo. Errou.
  • 09. Rosaldinho tenta chapelar Paulão, mas não consegue. Torcida emplumada vibra.
  • 11. Bandeira marca escanteio que não houve. Rosaldinho cobra, pela direita, Leonardo cabeceia pra fora.
  • 12. Trocas! Francisco Everton por Alisson, Ricardo Goulart por Dagoberto.
  • 13. Naldo Morato: “Estou de boa, aqui em Brasília, assistindo o jogo no computador. Não é nenhuma Brastemp, mas dá pra acompanhar tudo.”
  • 14. Defesa difícil! Ribeiro mete bola nas costas da bequeira emplumada, Anselmo aparece e chuta forte. Victor defende com dificuldade.
  • 15. Cocota começou o 2º tempo melhor, trocando passes, Cruzeiro já equilibrou.
  • 16. Gol! Dagol! Gol! Dagol! Gol! Anselmo Ramon desce pela esuerda e cruza. Dagoberto chega em velocidade, se antecipa a Junior Cesar e cabeceia pra baixo, sem chance pra Victor. Cruzeiro 2×1.
  • 17. Vermelho! Leandro Guerreiro aplica carrinho por trás em Rosaldinho e leva vermelho direto.
  • 18. Bandeira e Juiz se desentendem por causa de lateral. Juiz dá a favor do Cruzeiro.
  • 19. Show! Torcida do Cruzeiro canta alto e não deixa a emplumada reagir. Lavada nas arquibancdas a favor do Cruzeiro.
  • 20. Troca! Araujo por Alecsandro.
  • 21. Troca! Everton Ribeiro por Tinga.
  • 21’30. Tinga recebe passe de Ceará, mas está impedido.
  • 22. Rocha tenta cruzar da direita, bola sai diretamente pela linha de fundo.
  • 23. Anselmo Ramon chuta d=forte, da entrada da área, Victor dende, mas solta. Dagoberto tenta o arremate, mas está impedido.
  • 24. Rosaldinho cobra escanteio pela direita, Alecsandro cabeceia pra fora.
  • 25. Amarelo! Anselmo Ramon, por reclamação.
  • 26. Ceará recua, de cabeça, pra Fábio.
  • 27. Juiz Fiedaputa! Alecsandro acerta Alisson sem bola. Marcelo Oliveira vai à loucura. Juiz não marca falta. Na sequência, Jô entra na área e chuta cruzado. Bola passa em frente ao arco celeste e sai pela linha de fundo.
  • 28. Bernard faz grande jogada pela esquerda e cruza. Paulão cede escanteio.
  • 29. Rosaldinho cobra escanteio, pela direita, defesa celeste limpa a área.
  • 30. Bola sobre a área celeste, Rever comete falta em Paulão.
  • 31. Amarelo! Junior Cesar se joga em disputa com Dagoberto, juiz vai na conversa e pune o cruzeirense.
  • 32. Rosaldinho cobra falta fechada, Fá bio tira de soco.
  • 33. Fábio caído, após levar uma falta violenta de Rever.
  • 34. Paulão, de carrinho, desrama Gilberto. Torcida celeste vibra.
  • 34’30. Ceará pára com falta, avanço de Bernard.
  • 35. Rosaldinho cobra falta com chute forte. Fábio tira com os punhos.
  • 35’30. Finalizações: Cocota 14×6.
  • 36. Cuca dá bronca por causa dos erros de passe dos emplumados.
  • 37. Ceará cruza da direita, bola passapor trás do arco emplumado.
  • 38. Egidio cruza da esquerda, Junior corta de cabeça.
  • 38’30. Rosaldinho não consegue dominar a bola. Torcida celeste vaia.
  • 39. Anselmo pressiona Victor, que sai errado e entrega a bola a Dagoberto.
  • 39’30. Milagre! Nílton arranca do meio de campo e arremata na saida de Victor, que desvia com os pés cedendo escanteio.
  • 40. Alisson e Dagoberto fazem jogada sensacional pela esquerda. Victor sai do arco pra ceder escanteio.
  • 41. Alisson chuta outra bola perigosa na área emplumada, Victor se vira ra cortar.
  • 42. Torcida celeste faz imensa festa no Mineirão.
  • 43. Junior Cesar recebe de Gilberto Silva, mas cruza mal, pela esqeurda. Bola sai pela linha de fundo.
  • 43’30. Faltas: 50 ao todo.
  • 44. Posse de bola: Cruzeiro, 53%
  • 45. Baliza! Dagoberto desarma Rosaldinho no meio de campo, avança e lança Nílton, que finaliza cruzado. A bola acerta o pé do poste direito do arco emplumado.
  • 45’30. Cruzeiro com todos osjogadores na defesa.
  • 46. Rever, do meio de campo, joga bola na área celeste, Rocha cruza, Fábio se jogae defende evitando o perigo.
  • 47. Dagoberto tenta encontrar Anselmo na area, Rever corta.
  • 47’30. Paulão dá um bico pra longe.
  • 48. Fim de jogo! Vitória mais do que merecida! O Mineirão é nosso!
  • Dagoberto: “É o início. Estamos felizes pelo objetivo alcançado, mas é muito cedo ainda. Quero fazer história no Cruzeiro. Não tem craques, mas guerreiros, jogadores que querem algo mais na vida.”

Vídeos

Melhores momentos
Gols

Atuações

  • Torcida celeste lotou sua parte no estádio, empurrou o time e, no final, foi citada por uma sincera torcedora emplumada, no Seu Nome, Seu Bairro, como um dos fatores que mais atrapalharam a Cocota.
  • Fábio, tranquilo como sempre, defendeu os chutes insinuantes de Rosaldinho em cobranças de falta, saiu bem nas bolas cruzadas e defendeu as protocolares.
  • Ceará cuidou mais de não dar espaços a Bernard e Junior Cesar do que em atacar, conforme o planejado pelo treinador.
  • Bruno Rodrigo jogou com tranquilidade, sem afobação, vencedo mais do que perdendo as disputas com os atacantes emplumados.
  • Paulão não tem medo de cara feia, nem de nome famoso. Meteu os peitos e não deu boa vida aos atacantes emplumados. Levou um quase chapéu de Rosaldinhoi e não apelou. Jogadinha de efeito no meio de campo não muda o jogo. Na zona do agrião, os rivais não se arranharam com ele.
  • Egídio cumpriu bem se papel na marcação e subiu ao ataque algums vezes, mas sem completar corretamente as jogadas.
  • Leandro Guerreiro cumpriu seu papel de marcar Rosaldinho com eficiência até ser expulso. Antes, preparou a jogada do primeiro gol. Sabe jogar futebol, coisa rara entre volantes marcadores. É titular indiscutível.
  • Nílton marcou e, quando deu pé, apareceu como homem-surpresa. Perdeu dois gols que poderiam ter elevado o placar à categoria de goleada. Cobrou uma falta com o proverbial canhonhonaço, que deve ter afetado as faculdades mentais de Leonardo mSilva, em quem a bola desviou.
  • Ricardo Goulart fez um lançamento precioso pra Guerreiro criar a jogada do primeiro gol. Correu muito no início da partida e ajudou o time a vencer a luta pelo meio de campo. No começo do 2º tempo, perdeu o ímpeto e foi substituído.
  • Everton Ribeiro fez um grande primeiro tempo, com deslocamentos, dribles e chegadas pro arremate.
  • Tinga entrou com a missão de jogar por dois devido à expulsão de Guerreiro e correu muito. O que, no mínimo, fez o time ocupar mais espaços e dificultar o toque de bola adversário.
  • Francisco Everton não comprometeu. Cuidou mais da marcação no meio. Ainda não se entrsou com Egídio, como quer o treinador, para produzir jogadas rápidas pela esquerda.
  • Alisson entrou com fome de bola e sem timidez. Foi pra cima dos emplumados e fez boas jogadas.
  • Anselmo Ramon fez uma de suas melhores partidas com a azul-estrelada. Chutou a gol, deslocou-se pelos lados, fez o pivô e particpou do lance dos dois gols.
  • Dagoberto fez duas grandes jogadas: a antecipação e cabeçada do gol da vitória e um passe preciso pro arremate de Nílton, que bateu no pé do poste direito. Jogando pela direita, deu trabalho imenso e anulou as saídas de bola do adversário pela esquerda.
  • Marcelo Oliveira passou no vestibular da torcida. Armou um time competitivo, que soube dosar marcação forte com jogo ligeiro quando tinha a bola.
  • Juiz & Bandeiras cometeram poucos erros técnicos, mas se atrapalharam nas punições. O Juiz não advertiu Rosaldinho que cometeu 5 faltas pesadas em pouco mais de 20 minutos, não expulsou Leandro Donizete, que entrou violentamente em Everton Ribeiro. O primeiro bandeira deixou passar uma falta escandalosa de Alecsandro em Egidio, num lance que, por pouco não resulta em gol de Jô. E não percebeu um soco de Leonardo Silva em Anselmo Ramon.
  • GPT apostou e perdeu ao montar um time novo em 2012, colhendo a pior campanha do clube em 50 anos. Apostou de novo em 2013 e parece que acertará. Ao menos esta é a impressão que os dois primeiros jogos do ano estão dando. Este contra a Cocota foi o maior presente que o presidente poderia pedir.
  • Minas Arena entregou um belo estádio, mas não conseguiu passar no primeiro teste de organização. Faltou luz nos banheiros, água nos bebedouros, bom senso pra abrir os portões mais cedo, qualidade e rapidez na confecção de ingressos etc. Foi punida pelo governo com multa de R$1 milhão prevista em contrato de parceira.
  • PMMG não permitiu que os vagabundos se encontrassem após o jogo para brigar nas imediações do estádio e marcou em cima a multidão pra impedir desordens.
  • Cruzeiro teve atuação acima da expectativa, com muita garra e organização tática.
  • AtléticoMG praticou o mesmo futebol do Brasileiro, assentado nos lançamentos de Rosaldinho, na velocidade de Bernard, no apoio dos laterais e na feroz marcação de seus volantes. Mas nada funcionou direito, pois Marcelo Oliveira conseguiu anular todas as suas chaves. No final, Victor, com três grandes defesas foi seu melhor jogador.

O que foi dito

  • Marcelo Oliveira, treinador do Cruzeiro: Quando falo de confiança, tem a ver com meu trabalho. A situação de rivalidade já é totalmente superada. Trabalhos anteriores é que me credenciaram a vir pro Cruzeiro. Estou muito feliz com esta vitória. É importante ganhar primeira fase pra ter vantagens. O time foi competitivo e brilhante. Com onze, talvez tivéssemos feito mais gols, embora o Atlético tenha chegado com a bola aérea, que dificultou bastante. Críamos estratégia de time competitivo, que marcou bastante. Foi um bom começo. Sempre acreditei no trabalho, ambiente bom e objetivos grandes. Foi um jogo equilibrado, mas o Cruzeiro teve maior posse no 1º tempo. No 2º, levamos sufoco no início, mas depois controlamos o jogo. Por capricho do futebol, as duas melhores chances foram com um jogador a menos.
  • Anselmo Ramon, centroavante do Cruzeiro: É uma felicidade imensa ter oportunidade de jogar num estádio como este. Mas o importante foi a vitória. Sabia que Deus estava guardando alguma coisa pra mim. O momento que vivi foi muito difícil, e foi bom fazer o gol contra o AtléticoMG.
  • Nilton, volante do Cruzeiro: Os torcedores mereceram a vitória. Formamos uma família. Todo mundo unido, com um só objetivo. Não tem vaidade, não tem egoísmo, só tem companheirismo e união. Espero que possamos dar ainda mais felicidades aos cruzeirenses.
  • Paulão, beque do Cruzeiro: O determinante foi a união. Mesmo com um a menos continuamos na garra, na determinação. Não temos o entrosamento do Atlético, mas superamos na raça, na vontade.
  • Alisson, meia do Cruzeiro: Ainda falta um pouquinho de entrosamento, mas conversando dentro de campo, a gente conseguiu tirar isso aí. Daqui pra frente, a tendência é crescer. Depois do jogo de quarta-feira, teremos tempo para trabalhar.
  • Bruno Rodrigo, beque do Cruzeiro: A torcida do Cruzeiro é maravilhosa. Foi um incentivo a mais pro time. O estádio também está maravilhoso. Não poderia ter uma estreia melhor do que esta.
  • Cuca, treinador do AtléticoMG: O Cruzeiro marcou muito bem. Ficamos marcados no meia Ronaldo, pelos lados do campo e no centroavante, então tínhamos que ter boa saída pelas laterais, que também estavam marcados. Por isso não foi um jogo plasticamente bonito, foi jogo de marcação. Não quebramos a marcação, numa individualidade. Não fizemos bom jogo. Ainda tentamos, com o Alecsandro, melhorar o passe com o Gilberto Silva e a saída com o Serginho. Melhorou durante 10 minutos, mas não foi o suficiente. Eu trago muito vivas as lembranças de situações que me ocorreram. Em 2010, eu treinava o Cruzeiro e perdi pro AtléticoMG por 4 x3, em um domingo. Na quarta-feira, já tinha jogo contra o Estudiantes. A derrota me deu ideias que a vitória não daria. A gente pede desculpas ao torcedor, afinal não era isso que a gente queria. A gente tem que ter a grandeza de reconhecer que jogamos muito abaixo do que pode. Vamos cobrar internamente. O Cruzeiro estava espelhando a marcação. Quando roubavam a bola, nós não estávamos conseguindo espelhar também. O início de jogada nossa estava ruim, o Marcos Rocha e o Junior Cesar não estavam num dia bom. A bola era rifada e o Jô, que tem costume de ganhar essas bolas, hoje não estava ganhando. Fizemos boa preparação e vamos tirar muito proveito à frente. Vamos encaixar uma ou duas peças. A gente é forte, e vai ficar ainda mais.
  • Juca Kfouri, em seu blog: O Mineirão estava lindo e dividido. E viu um Cruzeiro muito mais guerreiro que o Galo, com certo ar de auto-suficiência. O que lhe foi fatal. O Cruzeiro saiu na frente com justiça aos 22 num gol contra de Marcos Rocha e tomou um gol achado, em bola que Ronaldinho, se poupando, cruzou e sobrou para Araújo, cinco minutos depois. O Galo até voltou melhor no 2º tempo, mas o Cruzeiro exigiu mais de Victor e Dagoberto, dois minutos depois de entrar em campo, aos 16, fez 2×1 de cabeça em cruzamento Anselmo Ramon, protagonista também do primeiro gol. O Cruzeiro perdeu Leandro Guerreiro, expulso, aos 18, mas não só segurou o resultado como ainda mandou uma bola na trave, com Nilton, depois que Dagoberto roubou uma bola de Ronaldinho. Na sua reinauguração, como quando foi inaugurado nos anos 60, o Mineirão sorriu em azul.
  • Gimenez, policial que fazia a segurança da saída dos torcedores emplumados, * no G1: Fizemos apenas abordagens de torcedores alcoolizados e com suspeita de portarem drogas. Além disso, dispersamos aglomeração de torcedores com camisas de organizadas, o que impediu o enfrentamento das facções dos clubes.
  • Mariana Resende, comentarista do PHD: Achei o Anselmo o melhor em campo, e mais uma vez o Nilton me agradou. Como é bom ver o Cruzeiro trocando passes, fazendo jogadas. Boa, Seu Marcelo!

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • PPV

Jogo Imortal

  • Reinauguração do Mineirão
  • Maior renda da história do Mineirão até então.