Ricardo Alexandre dos Santos

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
(Redirecionado de Ricardinho)
Ir para: navegação, pesquisa

[edit]

Ricardinho
Ricardinho.jpg
Informações pessoais
Nome completo Ricardo Alexandre dos Santos
Data de nasc. 24 de junho de 1976
Local de nasc. Passos - MG, Brasil
Altura 1,70m
Peso 60kg
Apelido Mosquitinho Azul
Posição Volante
Jogos 441
Gols 46



Ricardo Alexandre dos Santos ou Ricardinho, nasceu no dia 24 de junho de 1976, na cidade de Passos, no Sul de Minas Gerais. Veio para Belo Horizonte no início da década de 90, para fazer testes no Cruzeiro. De início, foi testado como armador, mas logo foi recuado para volante, devido à sua boa visão de jogo e seu excelente preparo físico. Apesar de ser um jogador franzino e de estatura médio-baixa, Ricardinho possuía um grande poder de marcação, sendo bastante eficiente nos combates, e possuindo um excelente posicionamento. Estreou na equipe principal do Cruzeiro durante o Campeonato Mineiro de 1994, ecom suas boas atuações, foi conquistando seu espaço no time titular.

No ano de 1995, com apenas 19 anos, Ricardinho já era titular absoluto do time, formando o meio-campo com Fabinho, Donizete Oliveira e Palhinha. Conquistou dois títulos naquele ano – Copa Ouro e Copa Master – sendo duas das suas primeiras conquistas como jogador profissional do Cruzeiro (A primeira havia sido o Mineiro de 94). Com o passar do tempo, o Mosquitinho começou a desenvolver uma das suas melhores caracterísitcas: os potentes arremates de longa distância. Começou a marcar vários gols em cobranças de falta, transformando-se em uma das armas perigosas do time do Cruzeiro naquela época.

Com o passar do tempo, Ricardinho foi adquirindo experiência, e se tornou um dos principais líderes do time. Qualquer treinador que estivesse no comando do Cruzeiro, sabia da importância do jogador para a equipe, e o encaixava como titular no esquema tático armado. Foi assim por mais de oito anos seguidos, com o Mosquitinho Azul sendo o dono da camisa número 8. E nesse período, o Cruzeiro conquistou vários troféus, como os da Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana, entre outros.

O volante tornou-se um ícone do clube, por sua vontade, dedicação, raça e disposição nas partidas. Era um jogador com comportamento exemplar dentro e fora de campo. O fim da primeira passagem de Ricardinho pelo Cruzeiro terminou em setembro de 2002: logo após a derrota da Raposa para o Paysandu, na final da Copa dos Campeões, o volante aceitou uma proposta do futebol japonês e foi jogar no Kashiwa Reysol, time que disputava a J-League, primeira divisão do Campeonato do Japão.

Após cinco anos e meio no futebol japonês, jogando também no Kashiwa Antlers, Ricardinho voltou ao Cruzeiro. Foi recebido com grande festa e considerado uma das principais contratações do clube no ano de 2007, que no papel, montava uma forte equipe para brigar pelo título do Brasileirão. Mas Ricardinho não teve uma passagem tão feliz quanto a primeira. Apesar do bom início, o time acabou perdendo o Campeonato Mineiro de uma forma desagradável, e Ricardinho chegou a ser vaiado pelos torcedores em algus jogos. Saiu do time no começo do Campeonato Brasileiro, e foi jogar no Corinthians. Também não conseguiu se firmar, e acabou amargando a reserva no clube paulistano. Depois de algum tempo, Ricardinho decidiu encerrar a carreira, passando a administrar os negócios em BH.

Somando-se a primeira passagem e a segunda, o jogador acabou se tornando um dos que mais vestiram a camisa do Cruzeiro. Foram mais de 400 partidas pelo time, número que lhe dá a 8ª posição entre os que mais atuaram. Além disso, ele é o atleta que mais conquistou títulos pelo Cruzeiro - foram 15 no total. Entre muitas alegrias e algumas decepções, Ricardinho é, sem sombra de dúvidas, um dos jogadores que merecem ser lembrados na história do Cruzeiro, por terem jogado acima de tudo, com amor e respeito à camisa do clube.

Títulos

Pessoais

  • Bola de Prata: 1996 e 2000

Fonte